Deputado Othelino Neto age rápido e evita problema institucional

 

Deputado-Othelino-Neto-1
Dep. Othelino Neto (Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão)/Foto: Reprodução

Do Marrapá – O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, tão logo ficou sabendo do episódio de Fábio Macedo em Teresina, ligou para  o secretário de Segurança Pública do Piauí, coronel Rubens Pereira. 

Othelino pediu desculpas em nome da Assembleia Legislativa do Maranhão. O secretário disse ter adotado os procedimentos que a lei permite como a qualquer outro cidadão, sem distinção, previlégio ou retaliação em função do cargo que Fábio Macedo ocupa. 

O coronel ressaltou que da parte piauiense não há ressentimento ou mau juízo dos que integram o parlamento maranhense. 

O deputado estadual Fábio Macedo foi detido em Teresina, na madrugada deste sábado, depois de brigar com um cantor em um bar da cidade e, ainda, desacatar a polícia. Em nota, ele se disse vítima de alcoolismo e depressão. 

Sábio, Othelino Neto se apressou para evitar uma crise institucional entre os dois estados.

Flávio Dino diz que Portela só não continua na Segurança se não quiser

 

portela
Jefferson Portela (Secretário de Segurança) e o governador Flávio Dino/Foto: Reprodução

Em solenidade na manhã desta segunda-feira (11), no Palácio dos Leões, Policiais Civis e Militares que mais apreenderam armas em 2018, no âmbito do Programa Pacto Pela Paz, foram premiados.

A experiência do Maranhão, no combate à violência através do Pacto Pela Paz, ao contrário da proposta do governo Bolsonaro de armar a população, tem objetivo de estimular a polícia e retirar armas de fogo das ruas.

“Cada arma apreendida representa uma premiação de R$ 300 a R$ 1.500 reais. No final do ano os 6 policias que apreenderam o maior número recebem premio extra de R$ 20 mil cada um”, disse Flávio Dino.

O governador Flávio Dino, aproveitou o evento para acabar com especulações em relação a mudança no comando do Sistema de Segurança Pública do Maranhão. Após ressaltar a confiança e trabalho de Jefferson Portela ratificou sua permanência na Secretaria de Segurança, e completou dizendo que ele só não continua na pasta, se não quiser. Em tom descontraído, Dino lembrou o sonho do secretário em ser candidato à Prefeito de Chapadinha, seu município de origem. Situação em que precisaria deixar a pasta, mas essa é uma decisão apenas de Jefferson Portela, que continua em alta com o governador.