Professor Joan Botelho morre em consequência da Covid-119

O professor, Joan Botelho, também ex-prefeito de São Luís, faleceu ontem quarta-feira, dia 14, em consequência da Covid-19.

Amigos e ex-companheiros de lutas populares, onde o professor era um aguerrido combatente, lamentaram seu falecimento. Entre eles, os secretários do Estado Márcio Jerry e Chico Gonçalves.

Flávio Dino lidera para o Senado e seu governo tem aprovação de 63%

O governador Flávio Dino é o favorito ao senado nas eleições de 2022, aponta pesquisa Exata divulgada nesta terça-feira, dia 23.

Ele aparece com larga vantagem em relação a segunda colocada, a ex-governadora Roseana Sarney.

A pesquisa também mostra que 63% dos entrevistados aprovam o governo Flávio Dino.

Outros 33% não aprovam. Não sabe foram 4%.

6% dos entrevistados classificaram o governo Dino é ótimo; 36% como boa; 33% regular; 8% ruim e 15% péssima; ‘Não sabe/não respondeu 2%’.

A pesquisa Exata foi encomendada pelo Programa Ponto e Vírgula, da Difusora FM, que ouviu 1.403 pessoas, entre 11 e 14 de março, a margem de erro de 3,2 pontos, para mais ou menos, confiabilidade de 95%. (Com informação do Marrapá)

Márcio Jerry recomenda autocrítica a ‘futurologistas’ na blogosfera

O deputado federal, Márcio Jerry (PCdoB), reagiu neste sábado, dia 5, às previsões de futuros cenários políticos eleitorais no Maranhão, após as eleições municipais, relacionadas à base de apoio ao governador Flávio Dino.

Para Márcio Jerry, um comportamento ‘chato ocorrido depois de cada eleição’.

Setores da imprensa, principalmente na blogosfera, intensificaram a especulação de uma espécie de crise no grupo governista, com vistas ao pleito de 2022, tendo como destaque a disputa para cargo de governador.

DataIlha mostra disputa para vaga no 2º turno entre Duarte, Neto e Rubens

Pesquisa DataIlha/TV Band, divulgada nesta segunda-feira, dia 09, mostra Eduardo Braide na liderança e disputa acirrada entre Duarte Jr (Republicanos), Neto Evangelista e Rubens Jr para vaga no 2º turno.

Braide está com 37,2%, Duarte 15,6%, Neto 14,7%, Rubens 12,3%, Bira do Pindaré 3%, Jeisael Marx 2,3%, Yglésio Moisés 1,8% e Silvio Antonio 1,4%, Franklin Douglas e Hertz Dias com 0,3%. Brancos e nulos somam 4,7% e não sabem/não responderam são 6,5%.

O levantamento foi feito com 1080 entrevistados, entre os dias 3 e 5 de novembro.  A margem de erro é de 3 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%. O registro na Justiça Eleitoral está sob o número MA-09383/2020.

Candidato Yglésio e Carlos Lula trocam farpas por causa de reunião do PCdoB

O candidato a prefeito de São Luís, Yglésio Moyses (PROS), e o secretário Carlos Lula (Saúde), trocaram farpas na noite desta quarta-feira, dia 4, no twitter.

O motivo foi uma reunião do PCdoB com o candidato do partido, Rubens Júnior, que contou ainda com alguns secretários estaduais, filiados a sigla.

Yglésio criticou a presença dos membros do governo no encontro insinuando que a participação das autoridades no evento poderia caracterizar ‘abuso de poder’.

Coube a Carlos Lula, que também é advogado especializado em direito eleitoral, rebater o questionamento de Yglésio, e pedir para ele não espalhar fake news.

Mulheres negras nas eleições municipais em 2020 são 23% a mais que em 2016

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que 90.753 mulheres negras lançaram candidaturas nas eleições municipais deste ano. O número é 23% maior que as 73 mil candidaturas registradas em 2016.

O levantamento envolve candidatas autodeclaradas pretas e pardas.

A taxa de crescimento de candidaturas de mulheres negras é maior que o aumento global das candidaturas, que ficaram em 12%. Pela primeira vez, o número de candidatos negros é superior ao de brancos.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 54% da população do país se autodeclara preta ou parda.

No último Censo (2010), 49,7% das mulheres se autodeclararam negras. Aqui mais informações (Congresso em Foco)

Pesquisa Interpreta/TV Guará: Duarte, Rubens e Neto disputam vaga no 2º turno

Nova Pesquisa Interpreta/TV Guará divulgada nesta sexta-feira (30), para a Prefeitura de São Luís, revela cenário de acirramento da disputa para enfrentar Braide em eventual segundo turno.

ESPONTÂNEA

Eduardo Braide TEM 34,7%; Duarte Jr. 19,4%; Rubens Jr. 13,7%; Neto Evangelista 12,3%; Bira do Pindaré 3,7%; Jeisael Marx 1,3%; Silvio Antonio, Yglesio Moyses, Professor Franklin e Hertz Dias com percentuais abaixo 1% dos votos. Nulo 1,1%. Não sabem 12,4%.

ESTIMULADA

Eduardo Braide 36,8%; Duarte Jr. 20,8%; Rubens Jr. 14,4%; Neto Evangelista 12,7%; Bira do Pindaré 4,1%; Jeisael Marx 1,5%; Silvio Antonio, Yglesio Moyses, Professor Franklin e Hertz Dias aparecem com menos de 1% dos votos. Nulo 1,3%. Não sabem 6,7%.

Foram ouvidos 1.000 eleitores nos dias 24, 25 e 26 de outubro de 2020. A de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3% para mais ou para menos. Foi registrada no TSE com número de identificação MA-02983/2020.

MDB, PSD, DEM, PP, PL, PSB e PRB lideram candidaturas indeferidas pela Lei da Ficha Limpa

O Tribunal Superior Eleitoral já barrou centenas de candidaturas com base na lei da Ficha Limpa, nas Eleições 2020. Os partidos com maiores número com candidaturas barradas são o MDB e PSD.

Os partidos com maiores números de candidaturas indeferidas de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores pela Lei da Ficha Limpa até o momento são: O MDB – 137; PSD – 125; DEM – 113; PP – 108; PL- 106; PSB – 102 e Republicanos – 100.

Entre as candidaturas indeferidas nas Eleições 2020, tem várias do Maranhão.

Lei da “Ficha Limpa” surgiu em 2010 como uma adição à Lei Complementar nº 64, de 1990. O texto prevê uma série de ocasiões onde o candidato a cargo eletivo não poderá concorrer. Mais informações no Congresso em Foco

“Estão querendo me zerar nas pesquisas”, Yglésio Moyses sobre disputa em São Luís

O deputado estadual, Yglésio Moyses (PROS), candidato a prefeito de São Luís, reagiu com indignação nesta segunda-feira, dia 26, às pesquisas de intenções de votos em São Luís, que o colocam nas ultimas colocações entre os candidatos.

“Estão querendo me zerar nas pesquisas, depois de eu ter vencido os três primeiros debates”, protestou Yglésio nas redes sociais.