Adriano Sarney defende causa dos classificados da PM, de olho no Palácio de La Ravardière

 

sarneyzinho
Deputado Estadual Adriano Sarney (PV)/Foto: Reprodução

O deputado Adriano Sarney (PV), está apostando alto no movimento dos classificados no concurso da PM do Maranhão, principalmente nas redes sociais, para de ‘carona’ colocar seu nome na disputa da Prefeitura de São Luís, em 2020.

Recentemente em entrevista a dezenas de emissoras de Rádio no estado, Flávio Dino, informou que os aprovados no concurso já estão trabalhando. Quanto aos classificados no cadastro de reserva, disse que podem ser chamados de acordo com o edital e a viabilidade no governo.

“Meu desejo é nomear todos, só não posso fazer amanhã porque não há dinheiro e a Lei de Responsabilidade Fiscal não permite. Não me convidem para quebrar o Maranhão, porque eu não vou”, disse Flávio Dino.

Adriano Sarney não quer que ministros de Bolsonaro falem com Marcio Jerry

 

marcio e adriano
Marcio Jerry e Adriano Sarney

A agenda do governo do Maranhão com ministros do governo Bolsonaro, nesta quarta-feira (9), em Brasília, incomodou de tal forma o deputado Adriano Sarney (PV), que apesar de jovem, o herdeiro do grupo Sarney revelou uma visão política pequena, retrograda e arrogante que surpreendeu até outros membros da oposição no estado.

O ambiente harmonioso da reunião afetou tanto Adriano Sarney, que este se achou no direito de praticamente repreender o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Tarcísio Freitas (Infra-Estrutura), pela sinalização positiva à agenda apresentada pelo governo do Maranhão e parlamentares maranhense ao governo federal, que participaram do encontro, inclusive vários de oposição ao governo Flávio Dino.

Mas, o motivo maior do destempero de Adriano Sarney, foi a presença do deputado eleito Marcio Jerry, este ainda respondendo pela Secap( Secretaria de Comunicação e Articulação Política do Estado).

adriano sarney

Também no twitter, Marcio Jerry, reagiu à provocação do neto do ex-presidente José Sarney:

“O neto de Sarney reclamou sobretudo da minha presença na audiência com o ministro Tarcísio Freitas. Muita petulância de Adriano Sarney querer patrulhar um Ministro de Estado”, completou.

“Quanto a mim, Adriano Sarney, irei a todos os ministérios em que houver um interesse do Maranhão a ser defendido. Tenho para isso a delegação democrática do povo maranhense através de 134.223 votos”, finalizou Jerry, mandando o recado para o neto de Sarney.

Participaram da reunião além do governador em exercício Carlos Brandão os deputados eleitos Marcio Jerry (PCdoB), Eduardo Braid (PMN)), Bira do Pindaré (PSB) e também reeleitos como Hildo Rocha (MDB), Aluízio Mendes (PODE) além do deputado Pedro Fernandes, que é detentor de mandato até o final desta legislatura.

‘Escola Sem Censura’ esquenta debate entre governista e oposicionista na AL-MA

 

al-ma
Dep. Prof. Marco Aurélio (PCdoB) e o Dep. Adriano Sarney (PV)

O deputado Marco Aurélio (PCdoB) usou a tribuna da Assembléia Legislativa do Maranhão, nesta terça-feira (14), para destacar a coragem e posicionamento do governador Flávio Dino ao decretar no estado a ‘Escola Sem Censura’.

O decreto de Flávio Dino se contrapõe ao polêmico projeto Escola Sem Partido, em tramitação no Congresso Nacional. A medida adotada no Maranhão foi divulgada pelo próprio governador em sua conta no twitter obtendo repercussão nacional imediata.

Segundo Flávio Dino, o decreto do governo ratifica a liberdade no ambiente escolar no estado como assegura a Constituição Federal.

Para contestar a medida do governo o deputado Adriano Sarney (PV), opositor visceral do governador Flávio Dino, acusou a medida de inconstitucional e criminosa.

Em resposta a Adriano Sarney, o deputado Marco Aurélio, que também é professor lembrou o parlamentar de oposição que criminoso foi o Tele-Ensino, implantado no Maranhão durante o governo de Roseana Sarney, tia do deputado Adriano, o que acirrou mais o debate.