Braide apresenta Plano de Vacinação de Crianças em São Luís

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, anunciou nesta sexta-feira (14), o Plano de Vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19, na capital.

Serão vacinados na primeira etapa crianças que possuem comorbidades, deficiência física e os neurodiversos.

“Além da desburocratização da documentação que deverá ser apresentada pelos pais ou responsáveis no momento da vacinação, também ampliamos a cobertura de comorbidades e deficiências listadas como prioridade pelo Ministério da Saúde, como forma de oportunizar a vacina a mais crianças que convivam com alguma das condições listadas e que são consideradas agravantes em caso de infecção pelo coronavírus. Nosso objetivo continua sendo salvar vidas por meio da vacinação. E, assim que as doses chegarem ao Município, iremos dar início à vacinação”, destacou Braide.

Para receber o imunizante será necessário apenas certidão de nascimento ou RG; laudo médico, receita médica, cartão de acompanhamento ou exames que comprovem a comorbidade.

Crianças com sintomas gripais ou mesmo testaram positivo para Covid, só poderão vacinar após quatro semanas.

MA pronto para vacinar crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, disse nesta quarta-feira, dia 6, que o Maranhão está com a logística pronta para a distribuição das vacinas contra Covid-19, para crianças de 5 a 11 anos, nos 217 municípios maranhenses.  

“Desde o início da campanha de imunização contra a Covid-19, contamos com a parceria do Centro Tático Aéreo (CTA), que faz o transporte das vacinas com o uso de helicópteros e avião, e da Polícia Militar, responsável pela segurança no deslocamento. Além disso, realizamos o transporte por terra em vans refrigeradas. Tudo para que os imunizantes cheguem o mais rápido possível ao seu público-alvo”, afirma o secretário Carlos Lula.  

A primeira remessa dos imunizantes da Pfizer, segundo o Ministério da Saúde, chega ao Brasil no dia 13 de janeiro, contendo 1.248 milhões de doses. 

A mesma quantidade devem chegar, dias 20 e 27 de janeiro, totalizando 3,7 milhões de doses. O Brasil deve receber 20 milhões de doses no 1º trimestre e 20 milhões no 2º trimestre. 

De acordo com a Nota Técnica do Ministério da Saúde a vacinação nesse público-alvo será escalonada, alcançando, inicialmente, as crianças dentro dessa faixa etária com comorbidades ou deficiência permanente. Logo após, devem ser vacinadas crianças indígenas e quilombolas; depois, crianças que vivem em lares com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19; e por fim, todo o público de 5 a 11 anos, começando pelos mais velhos.  

De acordo com estimativa do IBGE, em 2021, calcula-se que, no Maranhão, haja cerca de 822.908 crianças na faixa etária de 5 a 11 anos. Em todo o país, o público-alvo estimado para a vacinação é de 20,4 milhões. Para a imunização das crianças brasileiras serão necessárias 40 milhões de doses. O intervalo entre a primeira e segunda dose para este público deverá ser de 8 semanas.

CONASS apoia Anvisa em vacinar crianças de 5 a 11 anos

A liberação da vacina contra a covid-19 pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) nesta quinta-feira, dia 16, para crianças de 5 a 11 anos, tem apoio do CONASS (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), presidido por Carlos Lula (Secretário de Saúde do Maranhão).

A vacina que será aplicada é a da Pfizer e serão duas doses com três semanas de intervalo entre elas. Atualmente, a vacina estava apenas autorizada para maiores de 12 anos.

Não há informações sobre o inicio da distribuição e aplicação das vacinas.

Weverton levará ‘Lei Aline’ de autoria de Neto Evangelista para âmbito federal

O senador Weverton, líder do PDT no Senado, apresentará no âmbito federal a ‘Lei Aline’ do Maranhão , cujo o autor é o deputado estadual Neto Evangelista (DEM).

A lei nº 10.077/2014 determina aos órgãos competentes, a busca imediata de menores e pessoas com deficiência física ou mental desaparecidas.

Vacinação contra H1N1 retorna segunda-feira (30) e será por ordem alfabética

 

h1n1 segunda

Vacinação contra (H1N1) retorna nesta segunda-feira (30), com estratégia para evitar aglomeração. O cronograma segue com o público prioritário, pessoas a partir de 60 anos e crianças de seis meses até seis anos, por ordem alfabética.

A vacinação será em postos de saúde, residências, condomínios e no sistema drive-thru. A campanha é fruto de parceria Governo do Estado e Prefeitura de São Luís.

A vacinação vai considerar os nomes iniciados por A, B, C e D, sendo idosos nos horários das 8h às 12h; e as crianças, das 13h às 17h, de segunda até a sexta-feira, 3 de abril. A campanha vai disponibilizar também vacina contra influenza. Toda semana, o cronograma será atualizado, até que todo o público alvo seja imunizado.

O cronograma se dará da seguinte forma nos postos de saúde, nomes iniciados pela letra A (dia 30/03), letras A e B (dias 31/03 e 01/04) e letras C e D (dias 02 e 03/04), sendo idosos pela manhã e crianças, à tarde.

O sistema de atendimento drive-thru será exclusivo para idosos, na área de prova do Detran-MA, na Avenida do Contorno, Complexo do Castelinho, das 8h às 16 h, sendo letra A (dia 30/03), letras A e B (dias 31/03 e 01/04) e letras C e D (dias 02 e 03/04).

O sistema drive-thru vai evitar aglomerações e garantir mais segurança aos idosos, que só sairão dos veículos no momento de aplicar a vacina.

Nas unidades de saúde dos bairros serão disponibilizadas equipes volantes para vacinar idosos em casa, conforme cronograma de cadastro. As equipes vão atuar nos condomínios, vacinando crianças e idosos, seguindo o cadastramento. Incluídos ainda na campanha, profissionais de saúde, priorizando rede hospitalar e serviços de urgência e emergência.

As equipes também atuarão nos condomínios, vacinando crianças e idosos, seguindo o cadastramento. A imunização inclui ainda os profissionais, priorizando rede hospitalar e serviços de urgência e emergência.

A vacinação se dará nas escolas: Colégio Militar Tiradentes (Rua do Arame, snº, Vila Palmeira); IEMA (Rua Oswaldo Cruz, Centro – antigo colégio Marista); UEB Anexo do Ronald Carvalho (Avenida Argentina, 19, Planalto Turu II); UI Padre Newton Pereira (Av. Leste Oeste, 500, Cohatrac I); UEB Rosália Freire (Avenida dos Portugueses, 1000, Anjo da Guarda); UEB Rubem Almeida (Rua da Mangueira, 400-B, Coroadinho); CE Cruzeiro do Sul (Estrada da Vila Nova, snº, Vila Nova); UEB Laura Rosa (Rua Marli Sarney, Cidade Operária); CE Júlio de Mesquita Filho (Av. 2, snº, Cohab Anil I); CE José Nascimento de Moraes (Av. B Qd. 13, snº, Vinhais); UEB Ana Lúcia Chaves Fecury(Rua Santo Antônio, 200, São Bernardo); e UEB Jornalista Neiva Moreira (Avenida 01, 100, Bequimão).