Deputado, Othelino Neto, conduzirá 8ª edição em Itapecuru-Mirim

O deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, comandará a 8ª edição do programa ‘Assembleia em Ação’ que ocorrerá no município de Itapecuru-Mirim, no próximo dia 10 de junho, das 8h às 12h, no auditório do Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

Para esta nova edição, além de Itapecuru-Mirim, também foram convidados os municípios: Anapurus, Anajatuba, Arari, Bacabeira, Belágua, Brejo, Buriti, Cantanhede, Chapadinha, Miranda do Norte, Mata Roma, Matões do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, Rosário, Santa Rita, São Benedito do Rio Preto, São Mateus do Maranhão, Urbano Santos, Vargem Grande e Vitória do Mearim.

O Assembleia em Ação tem objetivo de promover o intercâmbio de experiências com a classe política dos locais por onde passa. Visa, ainda, aproximar os deputados da população, permitindo um melhor conhecimento das demandas das regiões do estado.

O Assembleia em Ação’ já foi realizado nas cidades de Balsas, Timon, Trizidela do Vale, Imperatriz, Santa Inês, Carolina e Paulino Neves, contando com a participação de parlamentares e de lideranças políticas e comunitárias das regiões envolvidas.

Governo e 11 municípios aplicarão 100 mil doses simultaneamente

No Maranhão, o Governo do Estado e onze municípios vão realizar uma força-tarefa nesta terça-feira, dia 1º, para aplicar 100 mil doses da vacina contra Covid-19.

A ação será iniciada no drive-thru do Pátio Norte Shopping, que acontecerá simultaneamente em São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Bacabal, Timon, Santa Inês, Caxias, Codó, Açailândia, Coroatá e Imperatriz. 

‘.. não vejo problema em eventual ampliação..’, Dino sobre CPI da Covid

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse nesta segunda-feira, dia 12, à CNN Brasil que não há problema na ampliação da CPI da Covid-19 para estados e municípios, desde que não infrinja a autonomia dos estados.

Ele também considera que a gravação da conversa do senador Kajuru e o presidente Bolsonaro tornou a CPI inevitável.

“Politicamente, eu não vejo nenhum problema que façamos uma eventual ampliação desde que atentemos para o debate jurídico. Estamos em uma federação, o poder legislativo federal controla o poder executivo federal. Recursos federais, nenhum problema. Recursos e atribuições típicas dos estados, é claro que o foro adequado são as assembleias legislativas (..) A CPI vai acontecer, principalmente depois dessa inusitada gravação do senador Kajuru com o presidente da República. A CPI já era uma tendência, agora ela se tornou inevitável, porque, se ela não for instalada, significa dizer que a chantagem do presidente da República contra os senadores, os governadores e o Supremo prevaleceu”, disse Flávio Dino.

Governo do Maranhão inicia distribuição do 7º lote da CoronaVac

O Governo do Maranhão iniciou nesta quinta-feira, dia 18, à distribuição da primeira dose da vacina CoronaVac referente ao sétimo lote enviado pelo Ministério da Saúde. Foram mais 116.800 doses do imunizante.

O público-alvo dessa remessa são trabalhadores da saúde e pessoas de 75 a 79 anos residentes nos 217 municípios do estado. 

Nesta quinta-feira (18), receberam os imunizantes São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar, totalizando 12.080 doses enviadas a esses municípios. 

Na próxima segunda-feira (22), receberão Imperatriz, Açailândia, Balsas, Timon, Caxias, Pedreiras, Presidente Dutra, Barra do Corda, Colinas e São João dos Patos e, por terra, para Itapecuru, Rosário, Chapadinha e Viana. 

O Maranhão já recebeu 631.640 doses de imunizantes, sendo 98 mil da AstraZeneca, divididos em dois lotes, e 533.640 da CoronaVac, divididos em sete lotes. 

Aqui quantas doses receberãao cada um dos 217

Maranhão já aplicou 74,5% das vacinas referentes à 1ª dose da imunização

O Maranhão já aplicou 74,5% das 171.417 doses referentes à 1ª dose da imunização contra a Covid-19. Todas as vacinas referentes à primeira dose necessária à imunização completa já foram distribuídas pelo poder público estadual aos municípios.

O Maranhão já recebeu 306.540 doses das vacinas CoronaVac e AstraZeneca, e o Governo do Estado segue entregando as vacinas aos municípios que ainda não receberam a segunda dose da CoronaVac.

Das vacinas que o Ministério da Saúde enviou aos municípios, apenas pouco mais de 45 mil doses referentes à segunda etapa da CoronaVac ainda estão em processo de distribuição. A distribuição conta com o auxílio da Secretaria de Segurança Pública.

“.. Organizamos uma logística de distribuição para que os municípios recebessem a remessa da segunda dose da CoronaVac próximo ao período da aplicação. Até o final da próxima semana teremos encerrado a distribuição das doses referente à segunda etapa da CoronaVac..”, disse a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças, Tayara Costa Pereira.

No Maranhão, o número de doses recebidas pelo Ministério da Saúde corresponde a menos de 5% da população de todo o estado, os municípios são responsáveis pela aplicação e na divulgação do número de doses aplicadas.

Nesta etapa, a vacina tem como público prioritário profissionais de saúde, idosos institucionalizados, população idosa de 90 anos ou mais, pacientes dialíticos e oncológicos, pessoas com deficiência institucionalizadas e indígenas.

Entre os municípios que estão com baixa cobertura de vacinação os com grande concentração de indígenas: Amarante do Maranhão e municípios da Regional de Saúde de Barra do Corda como Jenipapo dos Vieiras, Itaipava do Grajaú, Arame, Grajaú e Barra do Corda.

Estima-se que, no estado, cerca de 2,3% da população indígena esteja se recusando a tomar a vacina.

A vacinação dos indígenas é de responsabilidade do Distrito Sanitário Especial Indígena, órgão federal, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) reforçará o trabalho já realizado pelas equipes da Força Estadual de Saúde que atuam constantemente nas áreas indígenas.

Os municípios também dão suporte à vacinação dos indígenas oferecendo estrutura, conforme solicitado.

“Educação e Assistência Social integram blocos distintos na Constituição” diz Flávio Dino

 

trabalhadores-da-educacao-pressionam-e-camara-deve-votar-novo-fundeb-na-terca-14
Foto: Reprodução

O governador Flávio Dino alerta o Congreso para equívocos que poderão ser cometidos em relação ao que deseja o governo para o novo Fundeb.

Educação e assistência social integram blocos constitucionais distintos. Para financiar Renda Básica, a fonte deve ser progressividade tributária sobre bancos, lucros e dividendos”, alertou Flávio Dino.

´flavio fundeb

O governo quer a vigência do novo Fundeb apenas em 2022. A medida causaria uma espécie de ‘apagão’ na Educação em 2021. Ele também que bancar parte do Renda Brasil, com metade da participação da União para o Fundeb.

Covid-19: mais 50 mil testes rápidos aos municípios maranhenses

SES-testes-1

Os municipios no Maranhão começaram receber testes rápidos de Covid-19. Eles estão sendo enviados para as 19 Unidades Regionais de Saúde. Os 217 municípios do estado receberão os novos kits para exames em pessoas com suspeita do vírus.

O Maranhão já realizou mais de 93 mil testes para a detecção da doença; o terceiro maior número de testes do país.

“Quaisquer medidas relacionadas ao enfrentamento à pandemia partem do princípio de que é necessário conhecer o quadro epidemiológico do Maranhão, por meio da detecção de novos casos e ritmo do contágio do vírus. Tão importante quanto distribuir testes é a notificação dos municípios quanto aos casos positivos e descartados”, disse o secretário de Saúde Carlos Lula.

A quantidade de testes distribuída aos município leva em conta questões populacionais e epidemiológicas. Cada  estão sendo distribuídos nos dias 11 e 12 de junho. A Secretaria de Estado da Saúde já havia distribuído mais de 100 mil testes para as Secretarias Municipais de Saúde das 217 municípios.

Dino cobra Bolsonaro projetos de cooperação com estados e municípios que foram anunciados

 

IMG_20200312_112528 (1)O governo Bolsonaro anunciou ontem, segunda-feira (23), um pacote de medidas na reunião com governadores do nordeste. Serão R$ 8 bilhões só para a Saúde, R$ 16 bilhões para os estados e municípios, R$ 2 bilhões para a assistência social e R$ 12 bilhões de suspensão da dívida dos estados.

Somando essas medidas, com as demais já anunciadas, totalizam R$ 88,2 bilhões. Porém, alguns governadores cobram a efetivação das medidas necessárias anunciadas pelo governo federal. De acordo, com, Flávio Dino, governador do Maranhão, e preciso apresentação do projeto de cooperação.

Cooperação

Obras na MA-320 , entre Santo Amaro e Primeira Cruz, estão avançando

 

Sinfra-2-2
MA 320, entre Santo Amaro e Primeira Cruz, nos Lençóis Maranhenses//Foto: Reprodução

As obras  na MA-320, entre Santo Amaro e Primeira Cruz, na região dos Lençóis Maranhenses, estão avançando. A rodovia está recebendo serviços de drenagem superficial nos dois lados da via. Na ação estão também incluídos a construção da ponte no povoado Boa Vista, pavimentação e sinalização completa.

De acordo com secretário, Clayton Noleto, mesmo com a crise nacional, o Governo do Maranhão, está se empenhando para garantir a entrega das obras que integrarão dos municípios que eram praticamente isolados.

“Continuamos trabalhando para integrar as comunidades e levar desenvolvimento aos maranhenses com a pavimentação de novas rodovias estaduais. A MA-320, por exemplo, é sinônimo de renda e emprego para mais de 100 profissionais. Além disso, o acesso entre as duas cidades será mais rápido..”, garantiu Cleyton Noleto.

Governo do Maranhão entrega mais 24 ambulâncias nesta quarta-feira

 

ambulancias

O governador Flávio Dino anunciou a entrega de mais 24 ambulâncias para municípios maranhenses que serão entregues na manhã desta quarta-feira (12), no auditório do Palácio dos Leões, em São Luís. Os veículos que se encontram em frente ao Palácio do Leões custaram cada um R$ 154.200,00 mil.

“Tudo pronto para entrega de ambulâncias que o Governo do Maranhão com os deputados estaduais farão nesta quarta-feira. São equipamentos de enorme uso pelas redes estadual e municipais de saúde”, anunciou Flávio Dino nas redes sociais.

As ambulâncias são equipadas com maca, prancha, umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio. A unidade básica entregue pode ser equipada pelo Município como Unidade de Suporte Avançado (USA).

Os municípios beneficiados serão responsáveis por custear a manutenção dos veículos.