Márcio Jerry diz que não será candidato a prefeito de São Luís

 

marcio_jerry_crise-1024x649
Deputado Federal Márcio Jerry (PCdoB)/Foto: Reprodução

O deputado federal Marcio Jerry durante entrevista na Rádio Timbira, na manhã desta sexta-feira (12), disse de forma enfática que não será candidato à prefeitura de São Luís. Porém, apontou três pré-candidatos do partido ao pleito: o vice-prefeito da capital, Júlio Pinheiro; o secretario da Secid, Rubens Júnior; e o deputado estadual Duarte Júnior.

De acordo com Jerry, que também é Presidente Estadual do PCdoB, seu papel nas eleições municipais 2020, será coordenar a participação do partido no pleito em todo Maranhão. Mas, com especial atenção para São Luís, onde a eleição acontece em dois turnos e tem vários pré-candidatos do mesmo campo político do PCdoB.

Na entrevista Marcio Jerry ainda fez um balanço da sua atuação na Câmara Federal, defesa do governo do Maranhão em Brasilia, além de temas como Reforma da Previdência e Acordo Brasil e Estados Unidos para utilização do Centro de Lançamento de Alcântara.

Márcio Jerry anuncia continuidade da luta, mas agora em Brasília

 

marcio brasilia
Márcio Jerry e Flávio Dino/Foto: Reprodução

Para quem ainda tinha dúvidas sobre a permanência de Márcio Jerry, na equipe do governador Flávio Dino, acabou nesta segunda-feira (28). Através de sua conta no twitter ele anunciou que continuará a lutar em favor do Maranhão e do governo que ajudou construir, mas em outra frente.

jerry

Amigo pessoal e aliado de Flávio Dino desde os primeiros passos na política, apesar de experiente militante político será a primeira vez que Márcio Jerry exercerá um mandato credenciado pelas urnas. Almejando voos mais altos, na Câmara Federal terá um espaço importante para seus objetivos onde pretende ser uma das vozes mais destacadas do Maranhão. Márcio Jerry deixará comando da SECAP (Secretaria de Estado da Comunicação e Articulação Política), onde exerceu função estratégica no governo Flávio Dino.

marcio 2

Jean Wyllys sai do país e abandona mandato; Presidente comemora

 

jean-wyllys-1
Deputado e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ), eleito para o 3º mandato decide abandonar o país por medo de ser morto/Foto: Reprodução

Em meio à grande repercussão da notícia de que o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) abandonou seu terceiro mandato e anunciou que deixará o Brasil, o presidente Jair Bolsonaro postou no Twitter a mensagem “grande dia”, sem citar nomes.

screenshot_2019-01-24-17-13-31

Primeiro e único parlamentar assumidamente gay no Congresso, Jean foi o principal rival de Bolsonaro na Câmara.

“Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé! ✊”, publicou o deputado em suas redes sociais.

A relação do comentário de Bolsonaro com Jean também foi feita por muitos internautas nos comentários da postagem, que passaram a criticar a xingar o presidente.

(Do  Brasil 247 com edição)