Eleições 2022: Forças Federais atuarão em 97 localidades do MA

O TSE (Plenário do Tribunal Superior Eleitoral) autorizou apoio da Força Federal em 568 localidades de 11 estados para reforçar a segurança durante o primeiro turno das Eleições 2022, marcado para o dia 2 de outubro.

No Rio de Janeiro a atuação deve ocorrer em 167 localidades de diversas zonas eleitorais. A Corte Eleitoral do Maranhão solicitou apoio para 97 localidades. No Piauí, a requisição foi para 85; no Pará, para 78; no Amazonas, para 31; e, no Ceará, para 36 localidades.

Lula e oito ex-presidenciáveis se reúnem em São Paulo

O ex-presidente Lula (PT) reuniu nesta segunda-feira, dia 19, oito ex-presidenciáveis em São Paulo. Participaram Guilherme Boulos (PSOL), Luciana Genro (PSOL), Cristovam Buarque (Cidadania), Marina, Geraldo Alckmin (PSB), Fernando Haddad (PT), Henrique Meirelles (União Brasil) e João Goulart Filho (PCdoB).

“Hoje é um dia alegre para mim. Esse encontro simboliza a vontade de todos em recuperar a democracia desse país. Vamos juntos pelo Brasil! #BrasilDaEsperança“, destacou Lula.

O movimento tem com um dos objetivos ampliar a frente de oposição a Bolsonaro para tentar decidir a eleição no 1º turno.

“subida de Brandão já permite pensar em 1º turno”, avalia Capelli.

O secretário de Comunicação e um dos dirigentes do PSB no Maranhão, Ricardo Capelli, avaliou nesta terça-feira, dia 26, que as mais recentes pesquisas divulgadas para o governo do estado, reforça a possibilidade de vitória do governo Carlos Brandão (PSB), no 1º turno.

Segundo Capelli, os números revelam estagnação do senador Weverton Rocha (PDT), principal adversário de Carlos Brandão, somado a ameaça de Lahésio Bonfim (PSC), ultrapassar o pedetista, justificariam uma eventual definição do pleito no dia 2 de outubro no Maranhão.

Ricardo Capelli sobre a pesquisa Econométrica/O Imparcial para o governo do Maranhão:

1 – Brandão com 11 pontos de diferença de Weverton, que já aparece empatado tecnicamente com Lahesio. Este resultado explica o motivo da campanha de Weverton ter aberto guerra contra Lahesio há 10 dias.

2 – Brandão segue colhendo os frutos de um governo com aprovação elevada e do apoio dos dois maiores cabos eleitorais do Maranhão: Lula e Flávio Dino. O governador deve manter esta curva de crescimento, movimento previsível e absolutamente natural.

3 – Weverton segue estacionado, com os mesmos números desde 2021. Os recentes escândalos envolvendo o orçamento secreto podem já estar cobrando seu preço também. Quem fica parado está, na verdade, perdendo espaço relativo.

4 – Lahesio segue sua curva de crescimento impulsionado pelo melhor posicionamento. É claramente um candidato de oposição ao governo e é o escolhido pela base bolsonarista. Deve continuar crescendo. Se houver segundo turno, o ex-prefeito deve ficar com a segunda vaga.

5 – Weverton segue preso em seu labirinto. Foi governo por 7 anos, mas agora é “oposicao envergonhada”. É do partido de Ciro, mas pisca pra Lula e vive agarrado com Bolsonaro. Candidato sem posicionamento é um barco à deriva. Não vai a lugar algum.

6 – A curva de subida de Brandão já permite pensar em primeiro turno. Não seria uma novidade.

BTG/FSB: também mostra tendência de vitória de Lula no 1º turno

Pesquisa BTG/FSB divulgada nesta segunda-feira, dia 30, mostra Lula (PT) na liderança com 46% das intenções de votos, o presidente Bolsonaro (PL) tem 32%. Na sequência estão Ciro Gomes (PDT), com 9%; Simone Tebet (MDB), 2%; André Janones 1% (Avante).

Leonardo Péricles (UP), Luciano Bivar (União Brasil), Sofia Manzano (PCB), a sindicalista Vera Lucia (PSTU),todos não hegaram a 1%.

Considerando apenas votos válidos, sem os brancos, nulos e não sabem, Lula fica, pela margem de erro, entre 48% e 52%. Confirmando a possibilidade de vitoria do petista ainda no 1º turno. Pela Lei, vence em 1º turno, o candidato que alcança 50% e mais 1 dos votos validos.

A pesquisa ouviu 2.000 eleitores de 16 anos ou mais entre os dias 27 e 29 de maio. As entrevistas foram feitas por telefone. A confiança é de 95%. A pesquisa foi feita pelo Instituto FSB, contratada pelo banco BTG Pactual e registrada no TSE com o número de protocolo BR-03196/2022.

Othelino Neto comemora aprovação da PEC das Emendas Impositivas

Assembleia Legislativa do Maranhão fez história nesta quinta-feira, dia 10, ao aprovar em primeiro turno a PEC 006/2020, de autoria do presidente da Casa, Othelino Neto (PCdoB), e do deputado Dr. Yglésio (PROS).

A medida cria as emendas parlamentares impositivas individuais, prevendo índices de reserva orçamentária para seu cumprimento. Aprovada por unanimidade a PEC é considerada um marco importante na Casa, segue para votação em segundo turno e posterior promulgação. 

De acordo com a PEC, as emendas parlamentares individuais serão aprovadas até o limite de 0,75% da Receita Corrente Líquida realizada no exercício anterior, deduzidas as receitas extraordinárias decorrentes de circunstâncias excepcionais

Ela também prevê a obrigatoriedade da execução orçamentária e financeira mínima da metade dos créditos constantes da Lei Orçamentária Anual (LOA) destinados às emendas individuais, ressalvados os casos de impedimentos de ordem técnica, legal ou derivado de situações de calamidade pública.

O projeto de lei orçamentária encaminhado pelo Poder Executivo ao Parlamento deverá conter uma reserva específica para atendimento de programações decorrentes de emendas individuais, observando as limitações dispostas na Lei de Responsabilidade Fiscal e na Constituição Federal.

“Minha neutralidade.. É espírito democrático e gratidão”, Flávio Dino sobre 1º turno

O governador Flávio Dino (PCdoB), esclareceu neste sábado, dia 14, véspera da eleição, sua posição no 1º turno em São Luís.

Segundo ele, ao contrário do que dizem seus opositores, não existe ‘consorcio’ de candidatos do seu governo para a Prefeitura de São Luís, mas ‘espirito democrático e gratidão”.

“.. integraram minha equipe: Rubens, Bira, Duarte e Neto. Foram ótimos secretários, são meus amigos e seus partidos integram o governo..”, destacou Dino.